quinta-feira, 22 de junho de 2017

TESTEMUNHAS DE ACUSAÇÃO DERRUBAM DENÚNCIA DOS CAÇAS, DIZ DEFESA DE LULA

TESTEMUNHAS DE ACUSAÇÃO DERRUBAM DENÚNCIA DOS CAÇAS, DIZ DEFESA DE LULA

 Paulo Whitaker/Reuters

Testemunhas convocadas pelo Ministério Público Federal rejeitaram nesta quinta-feira, 22, a acusação de suposta (e inexistente) interferência do ex-presidente Lula na escolha da empresa sueca Saab para a aquisição de caças pela FAB. Também refutaram a tese de que Lula teria influenciado a ex-presidenta Dilma Roussef a não vetar artigo incluído pelo Congresso na Medida Provisória 627, que prorrogou benefícios fiscais à indústria automobilística; entre os depoentes estão a presidente eleita Dilma Rousseff, o representante da Saab no Brasil, Bengt Janér, e o ex-subchefe da Casa Civil nos governos Lula e Dilma, Luiz Alberto dos Santos; advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, destacou que os depoimentos contrariam frontalmente as teses do Ministério Público; 

"As imputações foram refutadas pelas testemunhas da própria acusação, o que demonstra que a denúncia jamais poderia ter sido apresentada", afirmou

22 DE JUNHO DE 2017 ÀS 22:03 

Do Instituto Lula - Em depoimentos prestados nesta quinta-feira (22) ao juiz da 10a. Vara Federal de Brasília, testemunhas convocadas pelo Ministério Público Federal refutaram a acusação sobre suposta (e inexistente) interferência do ex-presidente Lula na escolha da empresa sueca Saab para a aquisição de caças pela FAB.

 Também refutaram a tese de que Lula teria influenciado a ex-presidenta Dilma Roussef a não vetar artigo incluído pelo Congresso na Medida Provisória 627, que estendeu de 2015 para 2020 a vigência dos benefícios fiscais para a indústria automobilística no Norte e Nordeste.

Foram ouvidos pelo juiz Valisney Oliveira a ex-presidenta Dilma Rousseff, o representante da Saab no Brasil, Bengt Janér, e o ex-subchefe da Casa Civil nos governos Lula e Dilma, Luiz Alberto dos Santos, todos convocados pelo MPF. Primeiro a ser ouvido, Luiz Alberto afirmou que "não houve ilegalidade" na sanção ao projeto de lei de conversão da MP 627. 

Ele esclareceu que diversos ministérios participaram da análise do projeto de lei e que nem a Fazenda nem o Planejamento propuseram vetos.

O executivo Bengt Janér afirmou que a escolha da Saab, em 2012, entre as três empresas que participaram do processo (além da sueca, uma francesa e uma norte-americana) foi o resultado da opção da FAB pelos caças Grippen. 

"O que definiu pelo Grippen foi o relatório da Aeronáutica", disse Jáner. 

Ele negou que a empresa MM, de Mauro Martone, tenha sido contratada para influenciar o ex-presidente Lula a interferir junto à então presidenta Dilma na opção pela Saab.

Dilma afirmou e reafirmou que o ex-presidente Lula "jamais interferiu" nem "fez qualquer intermediação" nas decisões que ela tomou na presidência da República. 

Ela explicou ao procurador Anselmo Lopes que a prorrogação dos benefícios fiscais no Norte e Nordeste não feriu a Lei de Responsabilidade Fiscal, não comprometeu a meta de superávit fiscal de 2013 (ano em que foi aprovada) e nem estaria na origem da crise fiscal de 2016. 

"A medida não teve impacto fiscal naquele ano, pois o benefício estava em vigor até 2015, e é absurdo relacioná-la ao que ocorreu em 2016", disse a ex-presidenta.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, destacou que os depoimentos contrariam frontalmente as teses do Ministério Público sobre a inexistente interferência de Lula nas decisões sobre a compra de caças e edição de MP. 

"As imputações foram refutadas pelas testemunhas da própria acusação, o que demonstra que a denúncia jamais poderia ter sido apresentada", afirmou.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


'Acordo de Temer com a Rússia é fruto da era Lula', diz especialista

'Acordo de Temer com a Rússia é fruto da era Lula', diz especialista
A opinião é de Diego Pautasso, professor de Relações Internacionais da Unisinos (Universidade do Vale dos Sinos), no Rio Grande do Sul
HÁ 19 HORAS 22/06/2017  POR NOTÍCIAS AO MINUTO

 

O Presidente Michel Temer concluiu nesta quarta-feira (21) a visita de dois dias que realizou à Rússia. 

Em Moscou, ele disse a empresários, investidores e membros do Governo russo que seu objetivo era implementar os negócios da carne brasileira, ampliar a exportação de calçados para a Rússia e consolidar as relações entre os dois países.

Após a programação oficial cumprida nos dois dias – na terça, encontros com investidores e empresários e na quarta, audiências com o Presidente Vladimir Putin e o Primeiro-Ministro Dmitry Medvedev – Michel Temer deixou Moscou satisfeito com os resultados e deixando a Rússia convicta de que o mercado brasileiro, além de continuar recebendo os tradicionais fertilizantes russos, passará também a receber outros produtos como trigo e pescado.   

 Para Diego Pautasso, professor de Relações Internacionais da Unisinos (Universidade do Vale dos Sinos), no Rio Grande do Sul, especialista em estudos dos países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), os resultados obtidos por Temer junto ao governo, empresariado e investidores da Rússia nada mais são do que consequência das iniciativas de um dos seus antecessores na presidência do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva:

“O fortalecimento das relações do Brasil com a Rússia tinha sido uma decisão estratégica do governo brasileiro a partir da gestão do Presidente Lula e do seu Ministro das Relações Exteriores Celso Amorim. 

A partir dali, há uma sinergia crescente e, com o advento dos BRICS, as relações [entre os dois países] se tornam bastante simbióticas depois de um longo período de afastamento entre Brasil e Rússia. Então, acho que boa parte dos acordos anunciados esta semana entre Brasil e Rússia ainda são fruto de uma certa inércia dos governos Lula e Dilma Rousseff. 

Mas acho também que os acordos ficaram aquém da potencialidade porque a política externa brasileira está nitidamente sem uma diretriz, sem saber exatamente quais são seus interlocutores fundamentais e suas prioridades internacionais”

Na manhã desta quarta-feira, o presidente Michel Temer apresentou ao Primeiro-Ministro Dmitri Medvedev o Projeto Crescer, programa de parceria de investimentos do governo brasileiro. Segundo o Palácio do Planalto, Temer declarou que existem mais de 50 setores abertos a investimentos estrangeiros.

No mesmo encontro, Medvedev propôs ampliar a parceria bilateral em áreas como Segurança da Informação, Cooperação Técnico-Militar e Espacial. 

O Primeiro-Ministro também sugeriu que as transações comerciais entre Rússia e Brasil passem a ser realizadas nas respectivas moedas nacionais (rublo e real), deixando o dólar dos Estados Unidos de regular o comércio bilateral.

 Medvedev pediu ainda Temer apoio do Brasil à candidatura da cidade russa de Ekaterimburgo para sediar a Expo 2025, exposição universal que ocorre a cada cinco anos e apresenta os novos avanços da humanidade. 

Já com o Presidente Vladimir Putin, Michel Temer assumiu o compromisso de aproximarMercosul e Comunidade Econômica Euroasiática (o bloco formado por Rússia, Bielorússia, Cazaquistão, Armênia e Quirguistão), quando o Brasil assumir a presidência do bloco sul-americano, no próximo semestre.

Durante a cerimônia de assinatura dos atos, no Palácio do Kremlin, Temer e Putin firmaram declaração conjunta na qual Brasil e Rússia manifestam posições e agendas de interesse comum relativas à política internacional.

 Referindo-se a um dos memorandos, o que trata do diálogo estratégico na área de política externa, Putin disse que o documento prevê "um nível mais alto da coordenação de nossos esforços no que diz respeito ao combate a novos desafios, tais como terrorismo". 

O líder russo destacou ainda a defesa da "paz internacional".

Por sua vez, Temer disse que Brasil e Rússia são países conscientes de seu papel na cena internacional, motivo pelo qual têm parcerias tanto no âmbito do G20, grupo que abrange as 20 maiores economias mundiais, quanto nos BRICS.  

Com informações do Sputnik Brasil.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


Vídeo compara tratamento de Putin a Lula e Dilma e a Temer

Vídeo compara tratamento de Putin a Lula e Dilma e a Temer

Temer também foi ignorado por outros líderes 

mundiais

21/06/2017


Michel Temer é Desmoralizado no Exterior


No vídeo abaixo nota-se a felicidade e admiração de Putin ao ver Lula. O presidente russo ofereceu flores a Dilma em 2012.


            E não deu a mão a Temer em 2016:

Aliás, não é apenas Putin. Temer também foi isolado no encontro do G-20 na China, em 2016:





Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 

Temer chega à Noruega e não é recebido por ninguém; ministro norueguês o escrachou em entrevista

22/6/2017 09:24
Temer chega à Noruega e não é recebido por ninguém; ministro norueguês o escrachou em entrevista
Presidente será duramente cobrado por política ambiental de seu governo
 

O presidente Michel Temer já desembarcou nesta quinta-feira em Oslo, capital da Noruega, para encontros com autoridades e investidores locais. 

Na base aérea de Oslo, ele foi recebido apenas pelo chefe interino do Cerimonial do governo local, Sigwald Haugr. 

Além dele, estavam no local o comandante base aérea, assim como o embaixador do Brasil em Oslo, George Prata, e a embaixadora norueguesa em Brasília Aud Wiig.

A estada de dois dias no país escandinavo é a segunda e última etapa da viagem internacional desta semana do presidente, que antes esteve em Moscou, na Rússia. 

Às vésperas de ser denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução à Justiça, Temer fez questão de manter os dois compromissos no exterior, retornando para o Brasil na sexta-feira à noite.

O governo brasileiro também buscará parcerias em questões ambientais e de desenvolvimento sustentável, com a presença do ministro da pasta, Sarney Filho. 

A Noruega foi o primeiro doador do Fundo da Amazônia, e hoje permanece como um dos principais contribuidores. 

Entre 2009 e 2016, os noruegueses deram um aporte de cerca de US$ 2,8 bilhões ao fundo. 

Autoridades e organizações ambientais locais deverão, no entanto, cobrar uma política ambiental mais rígida por parte do governo brasileiro, com a aplicação de políticas públicas menos frouxas e mais ousadas no setor.

 Fonte: O Globo


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 

quarta-feira, 21 de junho de 2017

DESESPERADOS: Funcionários do BNDES se dizem surpresos com medida de Temer de pedir bloqueio da JBS; SAIBA!

DESESPERADOS: Funcionários do BNDES se dizem surpresos com medida de Temer de pedir bloqueio da JBS; SAIBA!
21 de junho de 2017

 

Em carta publicada na tarde desta quarta-feira, 21, a associação que representa os funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) se diz surpresa pelo pedido da Advocacia-Geral da União (AGU), que pediu o bloqueio de bens da JBS por suspeita de práticas ilícitas envolvendo a empresa frigorífica e a instituição pública de fomento.

A AGU protocolou também nesta quarta-feira manifestação junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) para solicitar o imediato bloqueio de bens da JBS e de seus responsáveis. 

A medida teria como objetivo garantir um futuro ressarcimento de prejuízos estimados em cerca de R$ 850 milhões que segundo a AGU foram causados aos cofres do BNDES. A operação segue em apuração do próprio TCU.

Em carta, os funcionários ressaltam que já foi comprovado que não houve irregularidades, nem prática de favorecimento nas diversas linhas de investimento realizadas pelo banco na JBS desde 2006.

“É essencial enfatizar que todas as operações realizadas no âmbito do BNDES sempre se pautaram pelo rigor dos normativos internos e políticas operacionais vigentes à época de cada operação, alinhadas com as diretrizes determinadas pelo governo”, 
informa a carta.

Segundo os funcionários, todas as suspeitas levantadas pelo Justiça, até agora, não recaíram sobre os colaboradores do BNDES. 

“Deve ficar claro que qualquer suspeição levantada, até o momento, decorre de iniciativas praticadas por empresários e agentes públicos que não integram o quadro de empregados do Sistema BNDES.”

O documento ainda ressalta que mesmo os aportes inicias já foram alvos de investigação do TCU, sem que o órgão tivesse encontrado qualquer irregularidade. 

“Inclusive as operações realizadas entre 2005 e 2009 já foram objeto de manifestação do Tribunal de Contas da União (Acórdão 3.142/2010), que considerou regulares todas as operações do Sistema BNDES com o setor de frigoríficos nesse período.”

CLICK POLÍTICA – O ESTADÃO.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


MORO É ESCRACHADO! Senadora Gleisi Hoffmann acusa Moro e Dellagnol de usar processo de Lula para ganhar dinheiro; SAIBA!

MORO É ESCRACHADO! Senadora Gleisi Hoffmann acusa Moro e Dellagnol de usar processo de Lula para ganhar dinheiro; SAIBA!
21 de junho de 2017
 

Agência Senado – Em pronunciamento nesta quarta-feira (21), a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse que o ex-presidente Lula é “vítima de perseguição sistemática no plano judicial” para impedir que seja candidato à presidência da República em 2018. 

A senadora também afirmou que os responsáveis pela Operação Lava Jato estariam “lucrando” em palestras para detalhar as acusações contra Lula.

Além de quererem tolher a vida política do presidente, de fazerem uma caçada ao seu direito civil como cidadão, isso ainda virou produto de ganhar dinheiro por parte desses juízes e procuradores que o estão acusando — afirmou.

Gleisi afirmou ainda que as denúncias do Ministério Público contra Lula são infundadas. 

Ao mencionar a apresentação das alegações finais da defesa de um dos processos contra o ex-presidente, ela questionou a falta de provas sobre a propriedade do apartamento tríplex no Guarujá, que de acordo com o Ministério Público teria sido repassado a Lula em razão de três contratos da empreiteira OAS com a Petrobras.

— Como eles provam isso? Não provam, porque não há prova. Não há prova de que o presidente recebeu esse apartamento. Não há escritura, não há absolutamente nada. 

Mas, como eles estão fazendo na política, possivelmente o juiz Sérgio Moro vá condenar. 

E vai condenar por quê? Porque exatamente eles não querem o Lula como candidato a presidente — concluiu.

Agência Senado – PORTAL CLICK POLÍTICA.



Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


PEGO NO WHATSAPP: Marun orienta PMDB a ‘espancar’ decisão de juiz que impediu queixa-crime de Temer contra Joesley

PEGO NO WHATSAPP: Marun orienta PMDB a ‘espancar’ decisão de juiz que impediu queixa-crime de Temer contra Joesley
21 de junho de 2017
 

Após a decisão do juiz Marcos Vinicius Bastos, da 12ª Vara Federal em Brasília, de rejeitar a queixa-crime do presidente Michel Temer contra Joesley Batista, em razão de entrevista concedida pelo empresário à revista ÉPOCA, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) orientou a bancada do PMDB, por meio do WhatsApp, a “espancar” o despacho de Bastos. 

“A decisão deste juiz além de antijurídica é insana.
Ela deve ser espancada por todos e em todos os fóruns possíveis. 

A ninguém pode ser negado o direito de recorrer à Justiça”, escreveu Marun. Ato contínuo, sugeriu que a decisão do juiz federal estava calcada em corporativismo. 

“Trata-se de prova de quanto o combate aos privilégios tem provocado ódio em alguns daqueles que insistem em mantê-los.”.


CLICK POLÍTICA com informações da Coluna Expresso



Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


STF solta irmã de Aécio e adia decisão sobre prisão do senador

STF solta irmã de Aécio e adia decisão sobre prisão do senador
Ainda não há data prevista para a retomada do julgamento do tucano
HÁ 19 HORAS  21/06/2017  POR NOTÍCIAS AO MINUTO

 

O ministro Marco Aurélio Mello, relator dos processos que envolvem Aécio Neves no Supremo Tribunal Federal (STF), anunciou, na tarde desta terça-feira (20), que a Primeira Turma da Corte suspendeu a análise do pedido de prisão contra o senador afastado, feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Segundo Mello, a defesa do tucano entrou, mais uma vez, com um recurso solicitando que o caso seja julgado em plenário. 

Ainda não há data prevista para a retomada do julgamento.

O ministro, que já havia rejeitado o pedido, no último dia 17, entendeu que, ainda assim, seria necessário analisar o novo recurso, antes de dar prosseguimento ao julgamento.

Segundo informações de O Globo, também foi adiado a decisão sobre a solicitação do próprio Aécio para revogar a decisão que o afastou de suas funções no Senado.

IRMÃ E PRIMO

Na mesma sessão, a Primeira Turma do STF decidiu pela soltura do irmã, Andrea Neves, e do primo de Aécio, Frederico Pacheco. 


Os dois são investigados no Supremo a partir das delações da JBS. 

Com a decisão, ambos passam a cumprir prisão domiciliar.

A decisão foi tomada após o colegiado também determinar a libertação de Mendherson Souza Lima, ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), acusado de intermediar o recebimento de propina enviada pelo empresário Joesley Batista, da JBS




Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


Moro quis evitar que documento que prova que a Caixa tem tripléx como garantia viesse a tona

Moro quis evitar que documento que prova que a Caixa tem tripléx como garantia viesse a tona
4 hours agora 21/06/2017
Imagem relacionada
Imagem do Google

O juiz quis evitar a todo custo que o documento que prova que o tripléx não era de Lula viesse 
a tona.

 


Fizemos pedidos na ação do tríplex para que fossem exibidos os contratos das debêntures, negados pelo juiz. Tivemos que procurar. Achamos.

Do  Cafezinho

O jornalista Paulo Moreira Leite, colunista do Brasil 247, dá entrevista aos Jornalistas Livres sobre a última reviravolta do caso triplex: a descoberta de documentos que provam que o apartamento pertence, na verdade, à Caixa Econômica Federal.

A defesa de Lula procurava há tempos essa documentação, e solicitou a Sergio Moro que determinasse a sua busca. Sergio Moro negou. 

O justiceiro da Globo não tinha interesse em encontrar documentos que provariam a inocência de Lula.

O zé do powerpoint também não se interessou em buscar esses documentos. 

Nem ele nem os delegados que faziam campanha pelo Aécio nas redes sociais.

A grande mídia também não demonstrou nenhum interesse em pôr seus jornalistas investigativos na caça aos documentos, e agora trata deles com visível constrangimento e mal estar, como se lamentasse que eles tenham aparecido.
****

Dois últimos textos publicados no site dos advogados de Lula:

20 de junho de 2017
Defesa divulga contratos e aditamentos anexados às alegações finais que provam que 100% dos direitos econômico-financeiros do triplex e demais imóveis do Solaris foram cedidos à Caixa Econômica Federal. Os documentos estão registrados em Cartórios de Salvador.

Clique para acessá-los:




Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


sábado, 17 de junho de 2017

TEMER É RECHAÇADO POR LÍDERES GLOBAIS COMO UM CÃO PULGUENTO, DIZ FERNANDO BRITO

TEMER É RECHAÇADO POR LÍDERES GLOBAIS COMO UM CÃO PULGUENTO, DIZ FERNANDO BRITO

 REUTERS/Ueslei Marcelino

"A Ansa lembra que o Papa Francisco cancelou a viagem que faria pelos 300 anos da festa de Nossa Senhora Aparecida e que governantes europeus, como Francois Hollande e Angela Merkel  vieram à América do Sul sem fazer escalas no Brasil. 

Rechaçado como um cão pulguento, Temer não recebe visitantes nem mesmo aqui no Brasil", diz Fernando Brito, editor do Tijolaço

17 DE JUNHO DE 2017 ÀS 07:18

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço

A reportagem da Ansa – Sozinho, ninguém visita Temer – sobre o isolamento do ainda presidente brasileiro correu mundo. Foi notícia até no ABC Color, reacionaríssimo jornal do Paraguai.

Desde o primeiro compromisso internacional, lembra o texto, a diplomacia do homem que anunciou, ao tomar sua posse torta, que “ia mostrar ao mundo que o Brasil mudou” é um fracasso total.

 Em setembro, o então presidente dos EUA, Barack Obama, esnobou-o e o deixou de mãos abanando.

 Na abertura da Assembléia da ONU, saiu o shakehand, mas só.

A Ansa lembra que o Papa Francisco cancelou a viagem que faria pelos 300 anos da festa de Nossa Senhora Aparecida e que governantes europeus, como Francois Hollande e Angela Merkel  vieram à América do Sul sem fazer escalas no Brasil.

Rechaçado como um cão pulguento, Temer não recebe visitantes nem mesmo aqui no Brasil. 

No último dia 10, o Presidente português  Marcelo  Rebelo de Sousa  e o primeiro-ministro Antonio Costa estiveram em São paulo, para celebrar o “Dia de Portugal” e nada de Temer. 

Por natureza, o 10 de Junho é uma celebração de portugueses“, justificou-se Marcelo, antes mesmo da festa, para explicar a ausência de convite a ao presidente  brasileiro.

Semana que vem, finalmente, ele vai ver Putin, que anda meio estremecido com os círculos de governo mundiais, por conta das encrencas com Trump.

O Itamaraty já deve ter providenciado uma listinha de frases básicas em russo para ele. 

Por exemplo: мешок человек quer dizer “homem da mala”.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


Lula para Joesley, ‘Me delata sem provas e fica por isso’; CONFIRA!

Lula para Joesley, ‘Me delata sem provas e fica por isso’; CONFIRA!
17 de junho de 2017
 

A entrevista de Joesley Batista tem que ser entendida no contexto de um empresário que negocia o mais generoso acordo de delação premiada da história. 

Mesmo nesse contexto, Batista foi incapaz de apontar qualquer ilegalidade cometida, conversada ou do conhecimento do ex-presidente Lula. 

Considerações genéricas e sem provas de delatores não podem ser consideradas como dignas de crédito e não têm qualquer valor jurídico.

O ex-presidente Lula não esconde sua insatisfação em ter o seu nome envolvido em uma delação que não mostrou uma prova concreta sobre ele e prometeu reação que intitula de perseguição implacável, ‘querem se safar dos crimes que cometeram usando o meu nome’.

Cristiano Zanin Martins


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


PRA RIR: Dallagnol se desespera sobre palestras e afirma no facebook que ‘maior parte delas foi de graça’

PRA RIR: Dallagnol se desespera sobre palestras e afirma no facebook que ‘maior parte delas foi de graça’
17 de junho de 2017
 

Do Facebook de Deltan Dallagnol:

Amigos, diante de críticas maldosas que circulam em grupos de aplicativos e em blogs, achei relevante prestar os seguintes esclarecimentos a vocês. Por favor, leia e compartilhe:

1 – O combate à corrupção sempre foi objeto de meu interesse profissional e acadêmico. Por isso, escrevi sobre o tema em 2012 e há mais de década trabalho na área.

2 – Estou convicto de que o meu papel não se restringe apenas à esfera judicial, cabendo atuar na área acadêmica e cidadã. Por essa razão, resolvi trabalhar no combate à corrupção não apenas na frente repressiva-institucional, mas também na preventiva-cidadã, por meio de palestras em que posso promover valores de respeito à lei e ao bem comum e exercer minha cidadania em busca de reformas anticorrupção.

3 – A maior parte das palestras é gratuita e nunca autorizei que empresas de agenciamento usassem meu nome para a divulgação de serviço oneroso (quem o fez agiu sem minha autorização e estão sendo adotadas providências para que cessem a indevida divulgação).

4 – Dentro do mesmo espírito, no caso de palestras remuneradas sobre ética e corrupção em grandes eventos, tenho destinado o dinheiro para entidades filantrópicas ou para a promoção da cidadania, da ética e da luta contra a corrupção.

5 – Embora eu pudesse legalmente dar destinação pessoal aos recursos, como muitos profissionais da área pública e privada fazem, optei por doar praticamente tudo para que não haja dúvidas de que a minha motivação é apenas contribuir modestamente, como qualquer cidadão de bem, para um país com menos corrupção e menos impunidade.

6 – Realizei palestras em grandes eventos em 2016 e o valor, nos casos em que houve pagamento, foi INTEGRALMENTE destinado para a construção do hospital oncopediátrico Erasto Gaertner, uma entidade filantrópica que contribuirá com o tratamento de câncer em crianças de vários locais do país. 

Em 2017, após descontado o valor de 10% para despesas pessoais e os tributos, os valores estão sendo destinados a um fundo que será empregado em despesas ou custos decorrentes da atuação de servidores públicos em operações de combate à corrupção, tal como a Operação Lava Jato, para o custeio de iniciativas contra a corrupção e a impunidade, ou ainda para iniciativas que objetivam promover, em geral, a cidadania e a ética.

7 – Nunca divulguei isso antes para evitar que tal atitude fosse entendida como ato de promoção pessoal. Contudo, diante de ataques maldosos e mentirosos, reputo conveniente deixar isso claro para evitar qualquer dúvida de que o que me motiva é o senso de dever, como procurador e como cidadão.

Deltan Dallagnol, procurador da República e coordenador da Força Tarefa da Lava Jato em Curitiba


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


ATENÇÃO: PERIGO, MUITO PERIGO! Viagem de Temer a Rússia pode lhe custar caro; SAIBA!

ATENÇÃO: PERIGO, MUITO PERIGO! Viagem de Temer a Rússia pode lhe custar caro; SAIBA!
17 de junho de 2017
 

O presidente Michel Temer não escolheu um período mais drástico durante o tempo em que está à frente do governando para se afastar do país.

Temer já está com viagem marcada, nessa segunda feira (19), para Rússia com horário previsto para 10h30 da manhã.

Segundo o Planalto, antes de embarcar o presidente pretende protocolar processos contra o empresário Joesley Batista, e admitiu que o mesmo comanda a maior organização criminosa de todos os tempos, o que gerou uma certa revolta à Temer e aos aliados mais próximos.

O motivo da visita à Europa, é para assinatura de acordos bilaterais em temas como promoção de comércio e investimentos, intercâmbio cultural e consultas políticas, o que poderia ser feito através de representantes, segundo especialistas.

A onda de ataques e armações ao chefe do governo acontecem a todo instante e nessa semana promete esquentar ainda mais, inclusive as investida da Procuradoria Geral da República que tem o comando do implacável Janot que irá apresentar denúncia contra Temer por envolvimento em crimes como corrupção passiva e obstrução à Justiça.

Temer chegará à Rússia com a imagem totalmente desgastada e com uma mancha tatuada na sua trajetória política que é de fino “golpista”.

O presidente do Brasil mais uma vez tem grandes chances de ser tratado com indiferença por todos os demais dirigentes de outras nações.

Nesse momento de conturbação política e econômica que passa o Brasil, o melhor mesmo seria que o chefe do executivo nacional, desistisse de uma vez por todas dessa proeza, pois para começo de conversa o anfitrião do acontecimento, já deixou bem claro que não abraça ‘golpista’, principalmente se tratando de um golpe contra Dilma, pessoa pelo qual Vladimir Putin, tem uma enorme admiração e apreço.

Uma figura que conhece as entrelinhas de Brasília, disse agora, que Temer pode gerar ainda mais problemas com essa viagem dentro e fora do país, pois na sua opinião tudo pode acontecer.

Temer hoje é um político que não possui sustentabilidade no cargo, e o que não falta é gente próxima a ele, esperando o melhor momento para lhe aplicar o bote.

A pergunta que não quer calar: Rodrigo Maia é homem de confiança de Temer?

Afinal de contas, o deputado Rodrigo Maia nesse caso, assumirá o comando geral do governo brasileiro.

PORTAL CLICK POLÍTICA
Matéria do Jornalista Gil Silva



Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


URGENTE: PT e PSDB já entram em dialogo por eleições diretas no Brasil e Temer ‘pira’; CONFIRA AQUI!

URGENTE: PT e PSDB já entram em dialogo por eleições diretas no Brasil e Temer ‘pira’; CONFIRA AQUI!
17 de junho de 2017
 

O líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (PT-SP), anunciou a decisão de procurar os deputados descontentes do PSDB para uma conversa sobre a antecipação das eleições presidenciais de 2018, segundo aponta reportagem de Ricardo Galhardo e Pedro Venceslau, no Estado de S. Paulo.

“Vamos tentar falar com eles (tucanos) para um acordo sobre eleições diretas. 

Nosso objetivo é tirar o Temer”, afirmou Zarattini.
Esse diálogo teve seu sinal verde dado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que defendeu a renúncia imediata de Michel Temer e a convocação de eleições diretas.

Na quarta-feira, 15, FHC pediu “um gesto de grandeza por parte de quem legalmente detém o poder pedindo antecipação de eleições gerais ou o poder se erode de tal forma que as ruas pedirão a ruptura da regra vigente exigindo antecipação do voto”.

O diálogo, no entanto, foi negado por tucanos ligados ao governador paulista Geraldo Alckmin, que pretende manter o apoio a Temer. 

“Se acontecer uma situação de ingovernabilidade, a antecipação da eleição direta é uma hipótese. Mas conversa com o PT é especulação”, afirmou o presidente do Instituto Teotônio Vilela, José Aníbal.

A mais recente pesquisa Datafolha aponta que 85% dos brasileiros querem a saída de Temer e a realização de eleições diretas.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 


BOMBA: Jogo exclusivo de Janot. Interesses políticos e pessoais falam mais alto; SAIBA!

BOMBA: Jogo exclusivo de Janot. Interesses políticos e pessoais falam mais alto; SAIBA!
16 de junho de 2017
 

As mais recentes ações do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, muitas das quais controversas, revelaram que ele vinha trafegando numa linha tênue e perigosa que separava a boa e necessária liturgia jurídica de seus interesses pessoais e políticos. 

O que ISTOÉ traz agora em suas páginas indica que Janot pode ter ultrapassado e muito essa fronteira. Trata-se de duas ligações telefônicas, ainda sob sigilo judicial, interceptadas pela Polícia Federal, no âmbito da operação Lava Jato, obtidas com exclusividade pela reportagem de ISTOÉ. 

Na gravação, com pouco mais de 13 minutos de duração, a procuradora da República Caroline Maciel, chefe da PGR no Rio Grande do Norte, mantém uma conversa estarrecedora com o colega Ângelo Goulart. 

No diálogo, Caroline o alerta sobre os perigos de um eventual apoio dele a Raquel Dodge, candidata à sucessão do procurador-geral da República e tida como “inimiga” de Janot. 

De acordo com Caroline, “a tática de Janot é apavorar quem está do lado de Raquel”. 

Sete dias depois da conversa, ocorrida em 11 de maio deste ano, Ângelo teve sua prisão decretada pelo próprio Rodrigo Janot. 

“A conversa que rola é que você estaria ajudando Raquel. Estou te avisando porque parece que a guerra está num nível que eu não consigo nem imaginar porque eu não sou desse tipo de coisa. 

Inclusive, pelo que eu senti, a tática de Janot é apavorar quem estiver do lado de Raquel”, afirmou.

Outro trecho é ainda mais revelador sobre um possível – e impróprio – modus operandi na PGR. Guarda relação com as investidas da procuradoria-geral da República contra parlamentares. 

Deixa claro que as ações envolvendo políticos nem sempre estão assentadas, como deveriam, no estrito exame da lei.

 Sugerem que investigações podem estar contaminadas por ambições tão individuais quanto inconfessáveis. 

Em tom de desespero, devido ao clima beligerante instalado na procuradoria, Caroline afirma que, por ter franqueado apoio a Raquel Dodge, o presidente do DEM e senador José Agripino Maia (RN) entrou na alça de mira da Procuradoria-Geral da República. Segundo Caroline, outro procurador da Lava Jato compartilha da mesma apreensão. 

“É o seguinte. O Rodrigo (Rodrigo Telles de Souza, procurador da Lava Jato no STF) está muito preocupado porque ouviu (…) ele disse que se fala lá nessa história de (senador) José Agripino (DEM-RN) ter prometido apoio a Raquel. E querem de alguma forma agora lascar José Agripino. (…) Aí Rodrigo é um que está apavorado. 

‘É, estou com medo de acontecer alguma coisa, agora Janot vai partir pra cima e não sei o quê…’ Eu disse: Meu Deus do céu, ele tá apavorado, senti que ele está apavorado. Porque Rodrigo (Teles), coitado, ele não é ligado a ninguém”.

Os áudios são devastadores e tisnam a imagem do procurador-geral da República num momento crucial para a Lava Jato e de suma importância para o País, a três meses do encerramento do seu mandato. 

Mostram que Janot pode estar se movimentando ao sabor de suas conveniências particulares e políticas, o que coloca em suspeição não só as ações pretéritas do procurador-geral como as futuras. 

Não foram leves as últimas munições disparadas por Janot, como o controverso acordo com os donos da JBS, – celebrado no afogadilho e marcado pela condescendência com os delatores investigados – as prisões de Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) e de Andrea Neves, irmã do senador  (PSDB-MG), e a própria denúncia contra o ex-presidente do PSDB. 

Como não é nada desprezível o arsenal que Janot vem preparando para breve. 

Nos próximos dias, ele deve denunciar o presidente da República, Michel Temer, por corrupção passiva e organização criminosa. 

A questão que se impõe agora, diante das revelações trazidas por ISTOÉ, é: terá o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, legitimidade para levar adiante ações de tamanha envergadura com potencial para influir não só na atual disposição das peças do tabuleiro do poder político, como na sucessão presidencial de 2018?
O alerta a Angelo Goulart

Em conversa mantida no dia 11 de maio deste ano com o procurador da República, Ângelo Goulart, a colega Caroline Maciel mostra grande preocupação com o eventual apoio dele a Raquel Dodge, arqui-inimiga e candidata à sucessão do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. 


Segundo ela, Janot quer “destruir todo mundo nos arredores” e que sua “tática é apavorar quem está do lado de Raquel”. Sete dias depois da conversa, Ângelo teve sua prisão decretada.

Caroline Maciel – Eu soube da informação que (Rodrigo)Janot está pensando em ficar, em tentar permanecer, e quer destruir todo mundo nos arredores. A conversa que rola é que você estaria ajudando Raquel (Dodge, candidata à PGR e opositora de Rodrigo Janot).

Goulart – Eu?

Caroline Maciel– Estou te avisando porque parece que a guerra está num nível que eu não consigo nem imaginar porque eu não sou desse tipo de coisa.

Goulart – Mas da onde apareceu isso, gente? Nem contato com a Raquel eu tenho?

Caroline Maciel – Inclusive, pelo que eu senti, a tática de Janot é apavorar quem estiver do lado de Raquel. Claro que tem gente que nem liga. Mas tem gente que…

Caroline Maciel – Parece que o negócio tá…

Goulart – Incoerente. Ontem ele (Janot) pediu um favor para ver um negócio no TSE para ele (Goulart atuava na vice-procuradoria-geral eleitoral, com uma mesa de trabalho no TSE inclusive).

Assim como Agripino Maia, Temer também inclina-se por Raquel Dodge para substituir Janot. Ela é a candidata preferida não só de Temer, como de auxiliares do presidente – tudo o que o procurador- geral menos quer, como demonstram claramente os áudios. 

Se, como dizem as gravações, Agripino seria perseguido pela PGR por articular apoio à arqui-inimiga de Janot na procuradoria-geral, por que o mesmo não poderia estar acontecendo com outros políticos, o presidente da República incluído? Janot, nesse contex- to, pode ter declarado guerra aberta ao presidente Temer por sua inclinação a favor de Raquel. 

Em qualquer País sério do mundo, as deliberações de Janot seriam seriamente questionadas, para dizer o mínimo, por conter vícios de origem.

Que o envolviam. A prisão foi decretada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, a pedido da Procuradoria-Geral da República. Fachin, a propósito, ainda deve explicações a respeito de um suposto jantar com a presença de Joesley e Ricardo Saud, executivo da JBS, durante sua campanha à vaga de ministro. A informação sobre os vazamentos de Goulart foi passada à PGR pelo próprio Joesley Batista em delação premiada. 

Na famosa conversa mantida entre Joesley e Temer, o empresário comunica ao presidente sobre a ‘compra’ de um procurador da República para ajudar os acionistas da holding com informações sobre as investigações em andamento. 

Segundo o dono da JBS, Goulart recebeu suborno para repassar informações sigilosas sobre a Operação Greenfield, que investiga corrupção, lavagem de dinheiro e fraudes em fundos de pensão de funcionários de estatais.

 Ocorre que, inicialmente, Joesley negou aos procuradores que o aliciamento ao procurador fosse para valer. Classificou-o como “blefe” e “bravata”. Dias depois, quando as negociações com a Procuradoria avançaram, ele resolveu mudar o depoimento e asseverou que, sim, a compra do informante era real. 

Diante das revelações trazidas à baila agora por ISTOÉ é licito indagar: o que pode ter provocado a reviravolta? Mais: o possível apoio de Goulart a Raquel Dodge pode ter sido determinante para a mudança de versão e a conseqüente prisão do procurador, uma vez que Joesley e a equipe de Janot estavam indiscutivelmente afinadas e interessadas em correr com uma delação “boa para ambas as partes”?

Clima de guerra

A julgar pelas palavras da procuradora Caroline Maciel, identificada na conversa como “Carol”, trata-se de um cenário plausível. 

Durante toda conversa, ela demonstra sua angústia em relação à guerra interna responsável por incendiar a PGR nos meses que antecedem a nova eleição ao cargo de procurador-geral da República, que terá novo ocupante em setembro. 

Desde março, as movimentações para a disputa vêm se intensificando e o clima se deteriorando na mesma proporção. 

O diálogo indica que a atmosfera na Procuradoria é de caça às bruxas, em que os procuradores têm medo de serem associados a algum candidato específico e sofrer retaliações após o resultado – um temor que deveria passar a léguas de distância de um órgão como o Ministério Público Federal, criado exatamente para denunciar abusos e atos criminosos contra a sociedade. 

“Esse negócio é muito ruim, esse ambiente”, lamenta Ângelo em dado momento do diálogo. A procuradora corrobora: “Muito ruim. Eu estou te falando porque eu adoro você. E vi seu nome virando pelos meios lá. Ficou tipo assim, como inimigo (de Janot). Eu não gosto dessas coisas não, Ângelo”. 

Ela volta ao tema ao dizer que “os ânimos estão muito piores do que se pensava. “Eu tô apavorada, que eu não gosto disso, não.”

Em tom de desespero, a procuradora Caroline Maciel conta como políticos entraram na alça de mira da PGR depois de apoiarem a adversária de Janot: “Querem de alguma forma lascar Agripino”

Quando o diálogo aconteceu, ainda não havia se encerrado o prazo de apresentação das candidaturas para a eleição pelo comando da PGR, o que só se concretizou no dia 24 de maio – 13 dias depois. 

Àquela altura, Janot ainda cogitava concorrer a um terceiro mandato consecutivo. Por isso, num trecho da conversa, Caroline fala numa “estratégia de guerra” para Janot se manter no cargo. 

“Tô te dizendo isso porque a coisa lá parece que vai ser pesada, pelo menos a estratégia de guerra, e tá se falando lá pelo gabinete que Janot vai tentar ficar só pra Raquel não ficar”, afirma ela, para logo em seguida reforçar. “Se você quiser apoiar que você quiser, você pode apoiar. Isso tem que ser uma coisa democrática. Meu Deus do céu. Mas parece que tá assim: se você está com um você é inimigo do outro. Ai, meu Deus, isso não existe para mim”. 

Procurada por ISTOÉ na quinta-feira 15, a procuradora-chefe da PGR no Rio Grande do Norte, Caroline Maciel, reiterou as afirmações extraídas do áudio. “Não estava defendendo nem a candidatura de Raquel nem de Janot”, quis deixar claro.

GOULART Depois de cooptado por Joesley, vazou para o delator dados das investigações

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, acabou recuando da ideia de um novo mandato, principalmente depois do esgarçamento da relação com Temer, em consequência da divulgação do acordo de delação premiada com os irmãos Wesley e Joesley Batista, da J&F. 


Mesmo assim, Janot permanece empenhado, mais do que nunca, em evitar a ascensão de Raquel Dodge. Em 2015, ela obteve 402 votos dos colegas e ficou em terceiro lugar na preferência para ocupar o posto. 

A escolha dela pelo presidente da República pode representar o ponto final da era Janot na PGR. Concorrem contra ela, Nicolao Dino e Mário Bonsaglia (ver quadro), hoje os preferidos do procurador-geral. Janot receia sobretudo que Raquel, uma das responsáveis pela Operação Caixa de Pandora, contrarie interesses de seu grupo na procuradoria. 

Por “contrariar interesses” leia-se abrir uma série de investigações internas e instaurar processos administrativos capazes de colocar em xeque as ações de Janot – muitas das quais nadas republicanas, como indicam as gravações reveladas agora por ISTOÉ – à frente do órgão.

A procuradora da República Caroline Maciel diz a Angelo Goulart que, por ter prometido apoio a Raquel Dodge, o senador José Agripino Maia (RN), presidente do Dem, virou alvo da Procuradoria-geral da República. “querem de alguma forma agora lascar José agripino”, revelou ela.

Goulart – Olha, na boa, Carol, eu estou c. (palavrão) e andando para isso. Eu tenho consciência do que eu faço. Então, quer achar? Acha. Não fiz nada demais, nada demais.

Caroline Maciel – É o seguinte. O Rodrigo (Rodrigo Telles de Souza, outro procurador da Lava Jato no STF) está muito preocupado porque ouviu (…) ele disse que se fala lá nessa história de (senador) José Agripino (DEM- RN) ter prometido apoio a Raquel. E querem de alguma forma agora querem lascar José Agripino (Agripino responde a inquérito no STF e teve seus sigilos quebrados em apuração sobre suspeita de propina paga a ele pela OAS).

Goulart – Então, tô nem aí.

Caroline Maciel – Agora, Rodrigo (Teles), coitado, acho que estão fazendo aquela tática tipo assim: “Raquel vai destruir todo mundo”, sabe? Aí Rodrigo é um que está apavorado. “É, estou com medo de acontecer alguma coisa, agora Janot vai partir pra cima e não sei o quê…” Eu disse: Meu Deus do céu, ele tá apavorado, senti que ele está apavorado. Porque Rodrigo (Teles), coitado, ele não é ligado a ninguém.

Goulart – Mas isso aí… o que ele vai poder prejudicar? Vai prejudicar em que, cara?

Caroline Maciel – Não sei, sei lá. Enfim, fico apavorada com esses negócios. Mas estamos lá: seu santo nome em vão no meio e o meu também.

Goulart – O seu também?

Caroline Maciel – O meu também porque eu estou sendo acusada de ter intermediado o acordo de José Agripino com Raquel (Dodge) (risos) Coitada de mim. A única vez que tive com José Agripino fiquei foi me tremendo todinha com as coisas, porque eu não sou acostumada com esse negócio.

Caroline Maciel – Cacete… Então meu santo nome está lá, dizendo que eu estou intermediando o encontro de José Agripino com Raquel. Só que é óbvio que quem intermedeia esses encontros é Luciano Maia, que é primo dele.

A “estratégia de guerra” de Janot para permanecer na PGR Neste trecho da conversa, a procuradora da República Caroline maciel fala sobre o clima beligerante na PgR e o possível vale-tudo para que Rodrigo Janot permaneça no cargo por mais um mandato. “a coisa lá parece que vai ser pesada, pelo menos a estratégia de guerra … e tá se falando lá pelo gabinete que o Janot vai tentar ficar só pra Raquel não ficar”

Goulart – Esse negócio é muito ruim, esse ambiente.

Caroline Maciel – Muito ruim. Eu estou te falando, porque eu adoro você. E vi seu nome virando pelos meios lá. Ficou tipo assim como inimigo.

Goulart – É um jogo, cara, tá um clima horrível isso aí.
Caroline Maciel – É nesse jogo acaba que gente que não tem nada a ver pode se prejudicar, sabe?

Caroline Maciel – Eu tô te dizendo isso porque a coisa lá parece que vai ser pesada, pelo menos a estratégia de guerra e tá se falando lá pelo gabinete que o Janot vai tentar ficar só pra Raquel não ficar.

Raquel Dodge, a sucessora?

Na bolsa de apostas da sucessão de Rodrigo Janot na Procuradoria-Geral da República (PGR), Raquel Ferreira Elias Dodge está bem cotada. 

Em 2015, ela obteve 402 votos dos colegas e ficou em terceiro lugar na listra tríplice dos preferidos para ocupar o cargo de procurador-geral. 

Como Janot ficou em primeiro, ele foi o escolhido para continuar no cargo e teve seu nome aprovado no Senado. 

A eventual eleição de Raquel Dogde agora, seria o ponto final da era Rodrigo Janot na PGR, já que ela faz oposição aberta ao atual chefe do MPF

Conteúdo da REVISTA ISTOÉ


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS