sábado, 27 de maio de 2017

Advogado de mulher de Cunha, absolvida por Moro, está envolvido em roubo da APAEs com mulher de Moro

26/5/2017 09:42
Advogado de mulher de Cunha, absolvida por Moro, está envolvido em roubo da APAEs com mulher de Moro
 

O advogado Marlus Arns de Oliveira assumiu a defesa da jornalista Claudia Cruz, mulher do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cassado no início de setembro por quebra de decoro parlamentar. 

Segundo a assessoria de imprensa do advogado, ele vai defender Claudia apenas em um procedimento investigatório criminal aberto pelo Ministério Público Federal (MPF). 

Oliveira não vai representar a jornalista no processo na qual ela é ré na Justiça Federal.

O advogado também defende outros seis investigados na Operação Lava Jato. 

Entre os clientes estão os delatores Dalton Avancini e Eduardo Leite, executivos da Camargo Correa. 

Também estão na lista de representados por ele o ex-assessor de Pedro Correa Ivan Vernon, João Bernardi, Valério Campos e João Cláudio Genu.

Claudia Cruz já é ré na Lava Jato em uma ação em curso na Justiça Federal de Curitiba. 


Ela é acusada pelo MPF de lavagem de dinheiro e evasão de divisas envolvendo valores provenientes de propina recebida pelo esquema de corrupção na Petrobras.

O procedimento investigatório criminal aberto pelo MPF, onde Oliveira atuará, tem o objetivo de apurar a eventual prática dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro diante da contratação de navio-sonda da Vantage Drilling pela Petrobras mediante o pagamento de vantagem indevida, do repasse de valores oriundos do crimes de corrupção em face de obras da estatal para outros beneficiários e da influência ilícita de João Henriques na diretoria internacional da empresa.

Leia sobre o advogado da mulher de Cunha e APAEs aqui: http://www.plantaobrasil.net/news.asp?nID=97438

Procure pelo nome do advogado no link acima.


Fonte: gazetadopovo


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



sexta-feira, 26 de maio de 2017

URGENTE: MAÇONARIA EXIGE RENÚNCIA DE TEMER E DIRETAS JÁ

URGENTE: MAÇONARIA EXIGE RENÚNCIA DE TEMER E DIRETAS JÁ

 

Maçonaria Brasileira lançou manifesto nesta sexta-feira (26) pedindo a renúncia do ilegítimo Michel Temer e Diretas Já para todos os níveis; documento assinado pelos “Maçons Progressistas do Brasil-MPB” exige “a imediata renúncia do Sr Michel Temer e a convocação de eleições diretas e gerais para que o povo opine sobre os rumos que o país deve tomar”; na carta-manifesto, os maçons afirmam o atual ocupante do Palácio do Planalto encontra-se desprovido de qualquer patrimônio moral, atributo indispensável ao governante maior da nação brasileira; leia íntegra

26 DE MAIO DE 2017 ÀS 15:38 

Por Esmael Morais, em seu blog 

- A Maçonaria Brasileira lançou manifesto nesta sexta-feira (26) pedindo a renúncia do ilegítimo Michel Temer e Diretas Já para todos os níveis.

O documento assinado pelos “Maçons Progressistas do Brasil-MPB” exige “a imediata renúncia do Sr Michel Temer e a convocação de eleições diretas e gerais para que o povo opine sobre os rumos que o país deve tomar”.

Na carta-manifesto, os maçons afirmam o atual ocupante do Palácio do Planalto encontra-se desprovido de qualquer patrimônio moral, atributo indispensável ao governante maior da nação brasileira.

Leia a íntegra do manifesto dos maçons:

Carta Aberta aos Brasileiros

Nós, Maçons Progressistas do Brasil – MPB, movimento organizado, suprapartidário, que zela pelos valores democráticos, pela pluralidade de idéias e pela justiça social, propugnados na constituição cidadã de 1988, vimos a público manifestar nosso profundo descontentamento com o estado atual de completo descrédito por que passa o governo brasileiro sob a presidência do Sr Michel Temer.

Compreendemos que após assumir o comando do país via golpe parlamentar travestido de impeachment e levado a cabo pelo então presidente da câmara, Eduardo Cunha, o Sr Michel Temer tem trabalhado para destruir as garantias e direitos sociais duramente conquistados pelo povo brasileiro durante décadas de luta. 

Sabemos que o programa de governo que vem sendo implementado pelo presidente ilegítimo foi rechaçado nas urnas. 

Por isso entendemos que este governo não tem legitimidade sequer para propor as alterações que almeja nas legislações trabalhista e previdenciária, muito menos para implementar medidas que comprometem o futuro do país, transferindo a empresas estrangeiras riquezas naturais do nosso Brasil.

Além de carecer de legitimidade, o atual ocupante do Palácio do Planalto encontra-se desprovido de qualquer patrimônio moral, atributo indispensável ao governante maior da nação brasileira. 

Não bastava o áudio no qual o Ex-ministro do planejamento, Romero Jucá, foi flagrado detalhando o golpe e associando as figuras do então deputado Eduardo Cunha a Michel Temer na trama, agora o próprio Temer é flagrado em conversas nada republicanas com um diretor da empresa JBS. 

Conversas estas que versam sobre compra de juízes e promotores, além de pagamentos para garantir o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha.

Diante desses e de outros fatos, tornamos pública nossa posição de exigir a imediata renúncia do Sr Michel Temer e a convocação de eleições diretas e gerais para que o povo opine sobre os rumos que o país deve tomar.

Pra finalizar, colhemos excerto de texto sagrado, para asseverar que: a nossa luta é para que “ Corra, porém, o juízo como as águas, e a justiça como o ribeiro impetuoso”(Amós 5,24). E que assim seja!

Fraternalmente,

Maçons Progressistas do Brasil-MPB



Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



Temer pede ao STF para separar inquérito dele do de Aécio Neves e Rodrigo Loures

Temer pede ao STF para separar inquérito dele do de Aécio Neves e Rodrigo Loures
Argumento de advogados é que fatos narrados sobre os três políticos não têm relação entre si. Defesa também pede para que inquérito seja retirado do ministro Edson Fachin.
Por Renan Ramalho, G1, Brasília
26/05/2017 19h10  Atualizado há 4 horas
 Resultado de imagem para michel temer

A defesa de Michel Temer pediu nesta sexta-feira (26) ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, o desmembramento do inquérito no qual o presidente é investigado junto com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

Noutro documento, apresentado também nesta sexta, a defesa de Temer pediu a Fachin a “livre distribuição” do inquérito, de modo que o caso seja repassado, por sorteio, a outro ministro da Corte, em vez de permanecer com Fachin.

O advogado Antonio Cláudio Mariz de Oliveira argumenta no pedido que os fatos narrados sobre os três políticos na delação do empresário Joesley Batista, dono da JBS, não têm relação entre si.

A investigação sobre Temer, Aécio e Rocha Loures foi pedida de forma conjunta pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que afirmou que o deputado seria “homem de confiança” do presidente.

A defesa do presidente contesta essa informação. 

“Os fatos em si teriam sido praticados em circunstâncias de tempo, de natureza e de lugar distintos, não se apresentando correlatos por nenhuma identidade de caráter objetivo ou subjetivo vinculados entre si, mostrando-se imperiosa, portanto, a separação do inquérito”, diz o pedido.

A defesa de Temer também afirma que uma investigação autônoma sobre o presidente poderia tramitar mais rapidamente na Corte.

“O desmembramento das investigações com relação ao Chefe do Poder Executivo – frise-se: maior interessado na cabal apuração dos fatos – se mostra imprescindível e adequada para que os trabalhos investigativos sejam ultimados com a máxima brevidade possível”, diz o pedido.

O objetivo seria “garantir a estabilidade da Nação e de todas as suas instituições”.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



Procurador diz que Cláudia Cruz foi absolvida por causa do ‘coração generoso’ de Moro

Procurador diz que Cláudia Cruz foi absolvida por causa do ‘coração generoso’ de Moro
26/05/2017 13:40
 Procurador Carlos Fernando dos Santos Lima
Procurador Carlos Fernando dos Santos Lima

O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima afirmou nesta sexta-feira (26) que parte dos valores desviados no esquema investigado na 41ª fase da Operação Lava Jato abasteceram contas do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) e de sua mulher, Cláudia Cruz. 

Segundo o procurador, Cláudia tinha como saber a origem dos recursos.

A mulher de Cunha foi inocentada pelo juiz Sérgio Moro nesta quinta-feira (25), mas o Ministério Público Federal (MPF) pretende recorrer da decisão. 

Para Santos Lima, a absolvição de Cláudia se deve ao “coração generoso” de Moro.

O valores depositados para Cunha foram para contas no exterior que já eram conhecidas, afirmou o procurador, ao detalhar a 41ª fase da Lava Jato, deflagrada nesta sexta. 

Esta etapa da operação apura desvios em operações da Petrobras em Benin, na África. Ao todo, sete pessoas teriam recebido propina do esquema.

Santos Lima afirmou que parte dos valores eram para o operador João Henriques e parte para Cunha. 

De acordo com ele, a investigação ainda precisa ser aprofundada. 

Ele reafirmou que um dos pontos fortes da Lava Jato é a cooperação internacional e que o MPF trabalha para recuperar o produto de roClaudia Cruz, mulher do então presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, ao lado dele durante cerimônia no Congresso em novembro de 2015.

41ª fase da Lava Jato

A ação, batizada de Poço Seco, investiga complexas operações financeiras realizadas a partir da aquisição pela Petrobras de direitos de exploração de petróleo em Benin, com o objetivo de disponibilizar recursos para o pagamento de vantagens indevidas a um ex-gerente da área de negócios internacionais da empresa.

O Campo de Petróleo de Benin foi comprado em 2011, e de acordo com uma auditoria da Petrobras, trouxe um prejuízo de mais de US$ 77 milhões para a estatal porque o campo estava seco.

A Polícia Federal (PF) seguiu o caminho do dinheiro pago pela Petrobras, que foi de US$ 34 milhões para a empresa Companie Beninoise des Hydrocarbures SARL (CBH). 

Essa companhia pertence ao empresário português Idalecio Oliveira e foi responsável pela venda de um campo seco de petróleo em Benin para a Petrobras.

São alvos da operação o ex-gerente da Petrobras Pedro Augusto Cortes Xavier Bastos e o ex-banqueiro José Augusto Ferreira dos Santos. Eles são suspeitos de terem recebido mais de US$ 5,5 milhões (cerca de R$ 18 milhões) em propinas da CBH.

No mesmo dia em que a Petrobras fez o pagamento, a CBH transferiu US$ 31 milhões para outro grupo empresarial controlado pelo próprio Idalécio. 

Dois dias depois, com um contrato simulado, US$ 10 milhões foram transferidos para uma offshore de João Augusto Henriques, que está preso desde setembro de 2015, e é apontado como operador do PMDB. 

Ele foi condenado a uma pena de sete anos.

De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, os US$ 10 milhões se referem à propina e correspondem a 1/3 do total do negócio.

O dinheiro do campo de Benin seguiu para várias contas. Quase US$ 5 milhões foram para uma conta na Suíça que pertence ao ex-gerente Pedro Augusto Cortes Xavier Bastos.

O ex-gerente da estatal foi preso preventivamente, ou seja, por tempo indeterminado. O mandado de prisão contra Pedro Augusto Cortes Xavier Bastos foi cumprido no Rio de Janeiro e ele será levado para a carceragem da PF em Curitiba.

Pedro Augusto Cortes Xavier Bastos foi demitido por justa causa da Petrobras. Uma comissão interna da estatal concluiu que ele omitiu informações sobre o negócio que acabou provocando o prejuízo para a empresa, e pressionou a equipe técnica para agilizar análises, o que prejudicou o estudo.

Há ainda um mandado de prisão temporária contra José Augusto Ferreira dos Santos. Contudo, o ex-banqueiro não foi localizado nesta manhã. Conforme o delegado federal Igor Romário de Paula, a defesa do investigado informou que ele vai se apresentar à PF.

Outras cinco pessoas também tiveram as contas abastecidas pelo esquema, entre 2011 e 2014, segundo o MPF. Ao total, contas na Suíça e nos Estados Unidos receberam mais de US$ 7 milhões. Os fatos podem configurar os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Ao todo, foram expedidos 13 mandados judiciais, sendo oito de busca e apreensão, um de prisão preventiva, um de prisão temporária e três mandados de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento. 

A operação cumpriu mandados em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Operador do esquema

De acordo com a denúncia do Ministério Público que desencadeou a 41ª fase, os pagamentos de propina feitos para efetivar a venda em Benin foram intermediados pelo lobista João Augusto Rezende Henriques, operador do PMDB no esquema da Petrobras.

João Augusto está preso desde setembro de 2015 na operação Lava Jato e foi condenado a sete anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, em decorrência dos mesmos fatos, em outro processo. 

Nele, foram condenados também o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha e o ex-diretor da Petrobras Jorge Luiz Zelada.

Fonte: G1


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



PF obtém mais provas contra Aécio. Contra Lula, só convicção e nenhuma prova

PF obtém mais provas contra Aécio. Contra Lula, só convicção e nenhuma prova
26 de maio de 2017 por esmael
 

Contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, só convicção. Contra o senador afastado Aécio Neves, sobram provas.

O envolvimento na Lava Jato põe fim à carreira de Aécio, que comandou o golpe contra Dilma Rousseff.

O Globo informou nesta sexta-feira, 26, que a PF apreendeu documentos que confirmam caixa 2, agenda com Joesley Batista — dono da JBS — e ligação do tucano com um doleiro especializado na lavagem de dinheiro para políticos.

A operação foi realizada em 18 de maio no apartamento que o parlamentar mantém na Avenida Vieira Souto, no Rio de Janeiro. 

Na ocasião, também foram levados 15 quadros e uma escultura, classificados pela PF como obras de arte.

Quanto mais procuram provas contra Lula, mais acham comprovações de malfeitos dos golpistas.

Aliás, a PGR apreendeu o passaporte de Aécio Neves e pediu sua prisão no STF.




Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



Moro vira alvo do ódio da torcida que criou nas redes sociais

Moro vira alvo do ódio da torcida que criou nas redes sociais
26 de maio de 2017 por esmae
 

O juiz Sérgio Moro vem apanhando bastante nas redes sociais, da direita e da esquerda, em virtude da absolvição de Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado Eduardo Cunha, ocorrida nesta quinta-feira (25).

Talvez esta sentença que invoca o princípio “in dubio pro reo” seja a mais sensata, até agora, proferida pelo titular da Lava Jato. 

O mesmo instituto pode ser estendido ao ex-presidente Lula.

Aos poucos, Moro virou alvo do ódio da “torcida” que ele mesmo criou nas redes sociais. 

Na prática, o magistrado transformou-se em refém de um enredo no qual julgava ter maioria da população a seu lado. 

Portanto, ele não decidia, literalmente jogava para a torcida.

Durante seu depoimento ao juiz em Curitiba, no início de maio, Luiz Inácio avisou:

“… eu queria lhe avisar uma coisa, que esses mesmos que me atacam hoje, se tiverem sinais de que eu serei absolvido, prepare-se…”.

Dito e feito.

Nunca, em nenhum lugar do mundo, a unanimidade é ou foi uma virtude. 

Pelo contrário, como costumava falar o dramaturgo Nelson Rodrigues.

Tal qual Reinaldo Azevedo, jornalista despejado da Veja, Sérgio Moro cria corvos na fictícia República de Curitiba.

Mais uma vez vale a pena lembrar o provérbio espanhol: “Cría cuervos y te sacarán los ojos”.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



quinta-feira, 25 de maio de 2017

DESESPERADO: Moreira Franco recebe ordens de Temer e procura Globo para tentar novo ‘pacto do golpe’

DESESPERADO: Moreira Franco recebe ordens de Temer e procura Globo para tentar novo ‘pacto do golpe’
25 de maio de 201
 

Moreira Franco, secretário-geral da Presidência e um dos mais próximos assessores de Michel Temer, pediu um encontro com João Roberto Marinho, do Grupo Globo. 

Os dois conversaram na segunda (22), no Rio. 

O encontro foi uma tentativa de conseguir o apoio da Globo para salvar Michel Temer.

Moreira se disse preocupado com o tom do noticiário da imprensa, e em especial da TV Globo.

As informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

“A conversa transcorreu em tom ameno. 

Mas Moreira Franco ouviu que a emissora continuará a fazer jornalismo. 

E que o posicionamento da empresa, pela renúncia de Temer, foi expresso em editorial.”.


Click Política com brasil247



Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



FARSA DO DALLAGNOL: Querem apontar uma falsa contradição de meu depoimento em Curitiba, diz Lula ao comentar aberração do MPF

FARSA DO DALLAGNOL: Querem apontar uma falsa contradição de meu depoimento em Curitiba, diz Lula ao comentar aberração do MPF
25 de maio de 2017
 

O Instituto Lula denuncia “conluio” entre procuradores da Lava Jato e Rede Globo, Folha de S. Paulo O Estado de S. Paulo na produção de “mais uma farsa contra o ex-presidente”.

“Agendas de ex-diretores da Petrobras, anexadas pelos procuradores à ação sobre o tríplex do Guarujá, foram manipuladas pela imprensa de forma a apontar uma falsa contradição no depoimento de Lula ao juiz Sergio Moro”, diz a assessoria.

“A juntada de ‘documentos’ sobre supostas ‘reuniões’ de Lula com a diretoria da Petrobras não foi fruto da descoberta de algum segredo em um trabalho de investigação sério, mas uma tentativa tosca de reescrever a história e criminalizar atos como viagens oficiais ao exterior, reuniões interministeriais e cerimônias da Presidência acompanhadas pela imprensa”, diz a nota.

“Parece que para a equipe de Deltan Dallagnol, o crime de Lula foi ter sido presidente da República”

Click Política




Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



NO BANCO DOS RÉUS: Moro será julgado no CNJ por vazar conversas de familiares do presidente Lula; SAIBA!

NO BANCO DOS RÉUS: Moro será julgado no CNJ por vazar conversas de familiares do presidente Lula; SAIBA!
25 de maio de 2017
 

O juiz Sergio Moro será julgado pelo Conselho Nacional de Justiça na próxima terça (30), por dois procedimentos supostamente abusivos contra o ex-presidente Lula. 

Um deles está relacionado ao vazamento de grampo de conversas de familiares do petista.

O Painel da Folha desta quinta (25) destacou que o “timing” do CNJ não poderia ser mais curioso. 

Isso porque, essa semana, houve uma crise entre Lava Jato e grande mídia por conta do vazamento de conversa do jornalista Reinaldo Azevedo com a irmã de Aécio Neves, Andrea Neves.

No trecho divulgado, Reinaldo aparece criticando a cobertura de Veja sobre a delação da Odebrecht contra Aécio. 

O jornalista acabou pedindo demissão. E a grande mídia, solidária, pressionou de maneira que o ministro Edson Fachin devolveu o sigilo a uma parte da delação da JBS para proteger jornalistas.

Folha chegou a publicar, na edição de quarta (24): “A divulgação de conversas não relacionadas com investigações criminais está em desacordo com o princípio constitucional que garante a intimidade dos cidadãos.”

A defesa dessa garantia constitucional, contudo, não foi feita em favor da família de Lula. Em março do ano passado, Marisa Letícia estampava capas de jornais porque a Lava Jato vazou áudio dela atacando paneleiros.

“Em meio à crise instalada pela divulgação do grampo feito por Joesley Batista com o presidente, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) colocou na pauta da sessão de terça (30) dois procedimentos contra o juiz Sergio Moro. 

Um deles questiona a divulgação de conversas de Lula e seus familiares”, disse o Painel.

Ainda segundo a coluna, o corregedor do CNJ também encaminhou pedido a Rodrigo Janot, procurador-Geral da República, e a Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, para obter informações a respeito de um juiz citado nas delações de Joesley Batista.

O juiz é Ricardo Leite, que também julga Lula, mas em Brasília, por obstrução de Justiça. 

O magistrado é suspeito de favorecer a JBS em ações penais.

Fonte: Jornal GGN


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.
AGRADEÇO A TODOS 



OAB chama donos da JBS e procurador-geral da República como testemunhas em impeachment de Temer

25/5/2017 às 16h07 (Atualizado em 25/5/2017 às 16h37)
OAB chama donos da JBS e procurador-geral da República como testemunhas em impeachment de Temer
Entidade máxima da Advocacia denunciou o presidente por crime de responsabilidade
 
Michel TemerUeslei Marcelino/Reuters/File Photo

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pediu a convocação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, do Grupo JBS, e do procurador-geral da República Rodrigo Janot como testemunhas na ação pelo impeachment do presidente Michel Temer (PMDB).


Além de Joesley, Wesley e Janot, a Ordem incluiu no rol de testemunhas outros dois executivos da J&F, que controla a JBS, Ricardo Saud e Francisco de Assis e Silva.

"Pede-se a produção de prova testemunhal, consistente na oitiva das pessoas ao final indicadas, as quais deverão ser intimadas para tal finalidade nos termos do art. 18 da Lei n. 1.079/1950, sem prejuízo de outras", alegou a Ordem.

No sábado (20), o Plenário do Conselho Federal da OAB deliberou por 25 votos a 1 o pedido de instauração do processo de impeachment de Temer. 

O argumento central da ofensiva da Ordem é o fato de o presidente ter recebido na noite de 7 de março no Palácio do Jaburu o empresário Joesley Batista, acionista da JBS que fechou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República.


"Verifica-se que o encontro entre o colaborador Joesley Batista e o Excelentíssimo Senhor Presidente da República Federativa do Brasil, ocorreu às 22h40, havendo protocolo não habitual, tanto em função do horário da reunião, quanto no acesso utilizado pelo interlocutor, à garagem do Palácio do Jaburu, entrando diretamente, sem identificar-se na portaria, e mais, não tendo o encontro sido registrado na agenda oficial da Presidência", destaca a Ordem na denúncia.

Segundo a entidade, em dois pronunciamentos oficiais, nos dias 18 e 20 de maio, Temer "não nega ter se encontrado com o colaborador Joesley Batista nas condições supramencionadas [às escusas de registros oficiais], chegando até mesmo a reconhecer a realização da reunião em ambiente institucional".

Joesley gravou a conversa com Temer, por cerca de trinta minutos. 

O empresário narrou uma sequência de crimes como o pagamento de "mensalinho" ao procurador da República Ângelo Goulart Villela e mesada milionária a Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em troca do silêncio do ex-presidente da Câmara, preso na Operação Lava Jato desde outubro de 2016.

A OAB afirma que após ter recebido a informação de Joesley sobre a "compra" do procurador, Temer "incorreu, em tese, em omissão própria, isto é, omitiu-se de um dever de agir legalmente imposto".


"Houve a comunicação, pelo interlocutor, da ocorrência de ao menos um tipo penal certo, que emerge da afirmação de que possui um contato não republicano, dentro da força-tarefa do Ministério Público Federal, que lhe está passando informações, caracterizando, supostamente, crime de violação de sigilo funcional, cuja tipificação encontra-se no artigo 325, do Código Penal, crime pelo qual o exercício da ação penal é de natureza pública incondicionada", aponta a denúncia.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.

AGRADEÇO A TODOS 



URGENTE! Ministros do TSE admitem que vão cassar Temer

25/5/2017 07:42
URGENTE! Ministros do TSE admitem que vão cassar Temer
Presidente tinha 5 votos a 2 a seu favor mas 4 votos foram mudados, ele só tem 1 voto

A crise que atingiu Michel Temer também fez tremer o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que julga a partir de 6 de junho processo que pode levar à cassação do peemedebista. 

No Congresso, partidos que ainda dão sustentação a Temer contam com uma decisão da corte para abandonar de vez o barco.

Pressionados, ministros admitem que, se há duas semanas a sensação era de que Temer teria uma vitória, hoje a balança dos votos pende para a cassação.

As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

"Na última quinta-feira (18), dia em que foi deflagrada operação da PF com base na delação da JBS, ministros do TSE discutiram nos bastidores da corte.

"Um integrante do tribunal questionou os colegas se aquele seria “o melhor momento” para julgamento de tal repercussão. 


Foi repreendido por um ministro que disse que quem tivesse dúvida deveria pedir vista.

"Os ministros também afirmam que a sensação de imprevisibilidade do resultado se agravou diante do silêncio de Gilmar Mendes. 

O presidente da corte eleitoral não tem conversado sobre a ação nem com colegas."




Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.

AGRADEÇO A TODOS 



Moro absolve mulher de Cunha e sofre reações inesperadas nas redes sociais! Saiba mais e compartilhe…

Moro absolve mulher de Cunha e sofre reações inesperadas nas redes sociais! Saiba mais e compartilhe…
Muitos questionam por que Sérgio Moro não absolveu Dona Marisa Letícia (esposa de Lula) nem depois de morta, como manda a lei, e inocentou a suspeitíssima Cláudia Cruz. Até ‘coxinhas’ dizem estar agora com um pé atrás em relação ao juiz
Publicado em 25 de maio de 2017
 morocláudiacunha-min
Fotomontagem: Internet

O juiz Sérgio Moro inocentou em decisão hoje (25) à tarde Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha, acusada de se beneficiar de conta de um milhão de dólares na Suíça supostamente oriunda de corrupção de seu marido. 

Na decisão, o chefe da lava-jato assinalou: 

“Absolvo Cláudia Cordeiro Cruz da imputação do crime de lavagem de dinheiro e de evasão fraudulenta de divisas por falta de prova suficiente de que agiu com dolo”.

Para Moro, portanto, Cláudia Cruz agiu sem dolo, isto é, sem intenção de prejudicar as finanças do país. 

Muito inocente a moça, ao que parece. Pelo menos aos olhos do juiz.

Escracho
Imediatamente após a decisão, uma enxurrada de comentários passou a circular pelas redes sociais, a maioria em reprovação a Moro. 

Muitos questionam por que ele não absolveu Dona Marisa Letícia (esposa de Lula) nem depois de morta, como manda a lei, e inocentou a suspeitíssima Cláudia Cruz.

A novidade é que agora muitos ‘coxinhas’ ficaram decepcionados com o “presidente da república de Curitiba. “Sou fã do Moro, mas essa atitude me deixa com um pulga atrás da orelha”, diz a carioca Ana Beatriz, pelo facebook.

Tal como Ana, muitos brasileiros estão cada vez mais com um pé atrás em relação ao juiz. 

Quando até vários de seus tietes passam a duvidar de sua imparcialidade, significa que a coisa não anda nada bem para o chefe da lava-jato.

Implicado no Conselho Nacional de Justiça – CNJ

Moro será julgado pelo Conselho Nacional de Justiça na próxima terça (30), por dois procedimentos supostamente abusivos contra o ex-presidente Lula. 

Um deles está relacionado ao vazamento de grampo de conversas de familiares do petista.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.

 AGRADEÇO A TODOS 

Defesa de Dilma solicita liminar no STF para anular impeachment e voltar ao cargo

Defesa de Dilma solicita liminar no STF para anular impeachment e voltar ao cargo
Na petição, o ex-ministro José Eduardo Cardozo alega fatos novos, como as denúncias feitas na delação da JBS
18:06 | 24/05/201
Resultado de imagem para dilma rousseff
Imagem do Google

A defesa de Dilma Rousseff solicitou nesta quarta-feira, 24, ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a concessão de uma medida liminar que anule o impeachment e possibilite o retorno da ex-presidente ao cargo. 

As informações são do portal UOL.

Segundo a publicação paulista, Moraes está à frente do caso, pois o processo era do ministro Teori Zavascki, morto em janeiro em um acidente de avião. 

Na época, ele chegou a negar a concessão da liminar para anular o processo contra a então presidente da República. Agora, a defesa solicita uma reconsideração.

Na petição, o ex-ministro José Eduardo Cardozo alega fatos novos, como as denúncias feitas na delação da JBS. 

Segundo ele, o quadro institucional do Brasil passou a sofrer uma "forte e acentuada deterioração". 

Ele afirma em entrevista ao portal UOL, que o País passa hoje por uma "crise política e institucional aguda, em dimensões nunca antes vivenciadas".


De acordo ainda com Cardozo, a cada dia se "evidencia mais a ilegitimidade e a impossibilidade do atual presidente da República, Michel Temer, permanecer no exercício do mandato para o qual não foi eleito". 

"E em que foi indevidamente investigado por força de um processo de impeachment escandalosamente viciado e sem motivos jurídicos que pudessem vir a justificá-lo", completa o ex-ministro em entrevista ao UOL.

Na ação, a defesa alega que Dilma foi afastada pelo Congresso "sem que tenha sido praticado qualquer ato que configure crime de responsabilidade

Cardozo diz ainda que "o próprio Michel Temer teria reconhecido o desvio de poder de Eduardo Cunha, ao aceitar a abertura do processo de impeachment.


Mesmo com o atual agravamento da crise no País, a defesa de Dilma defende a concessão da liminar. 

Caso seja negada, Cardozo reitera que o caso seja apreciado "com maior celebridade possível, "levando-se ao Plenário desta Corte Suprema, a apreciação definitiva".

Redação O POVO Online


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.


AGRADEÇO A TODOS 

quarta-feira, 24 de maio de 2017

EXÉRCITO ABANDONA TEMER, QUE JÁ COGITA RECUAR E ANULAR DECRETO

EXÉRCITO ABANDONA TEMER, QUE JÁ COGITA RECUAR E ANULAR DECRETO

 

Depois da péssima repercussão do decreto em que convocouVillas Bôas, as Forças Armadas, no que seria mais um crime de responsabilidade de Michel Temer, o chefe das Forças Armadas, general Eduardo da Costa Villas Bôas, lavou as mãos e disse que a polícia do Distrito Federal tem condições de garantir a lei e a ordem; "Acredito que a polícia deva ter ainda a capacidade de preservar a ordem. Ficamos em uma situação de expectativa caso algo fuja ao controle", declarou; abandonado, Temer já cogita revogar o decreto se as manifestações contra suas reformas em Brasília estiverem mais calmas até o fim da noite; o governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, também peitou Temer e diz que ele agiu fora da lei

24 DE MAIO DE 2017 ÀS 20:46

247 - O comandante do Exército, general Eduardo da Costa Villas Bôas, assegurou nesta quarta-feira 24 que as Forças Armadas iriam agir respeitando a Constituição e garantindo a democracia após o decreto assinado por Michel Temer que determina o uso das Forças Armadas para garantir a lei e a ordem no Distrito Federal.

O decreto foi anunciado pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, e pelo general Sergio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional, que também o assinaram, durante manifestação em Brasília que pedia a rejeição das reformas trabalhista e da previdência, propostas pelo governo federal, e defendia eleições diretas para presidente. 

Um grupo de mascarados jogou pedras e colocou fogo nos prédios de alguns ministérios e atacaram policiais.

Villas Bôas avaliou que a polícia tem capacidade de garantir a ordem. 

"Acredito que a polícia deva ter ainda a capacidade de preservar a ordem. Ficamos em uma situação de expectativa caso algo fuja ao controle", declarou a jornalistas após uma palestra sobre defesa nacional na Fundação Fernando Henrique Cardoso, em São Paulo.

Diante de uma série de críticas sobre o decreto - senadores já entraram com um pedido para suspendê-lo -, Temer já cogita revogá-lo se as manifestações contra suas reformas em Brasília estiverem mais calmas até o fim da noite.

O general também reafirmou o compromisso com a democracia. 

“Tanto as forças de segurança pública quanto as Forças Armadas estão empenhadas na preservação da democracia, na observância da Constituição e no perfeito funcionamento das instituições nacionais, a quem cabe encontrar o caminho para a solução dessa crise. Mas a nossa democracia não corre risco”, afirmou.

Villas Bôas afirmou ainda que o clima no comando da instituição e no Palácio do Planalto é de "choque" e "muita insegurança" após as denúncias do empresário Joesley Batista, da JBS, envolvendo Temer.


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.


AGRADEÇO A TODOS 

Investigado por corrupção, Temer põe Exército nas ruas por uma semana

Investigado por corrupção, Temer põe Exército nas ruas por uma semana
24/05/2017 - [16:41] – Política

Investigado pelo Ministério Público Federal por corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, Michel Temer assinou decreto em que coloca tropas federais nas ruas do Distrito Federal por uma semana; decisão praticamente coloca o Brasil em estado de sítio, no momento em que mais de 85% dos brasileiros desejam a saída de Temer e eleições diretas para presidente; nesta quarta-feira 24, Brasília entrou em chamas com os protestos contra as reformas de um governo ilegítimo, que chegou ao poder por meio de um golpe parlamentar; decreto já está publicado no Diário Oficial

 Brasília 247 – Investigado pelo Ministério Público Federal por corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, Michel Temer assinou decreto em que coloca tropas federais nas ruas do Distrito Federal por uma semana.

A informação foi dada pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, em coletiva de imprensa durante confusão em Brasília após repressão da Polícia Militar contra manifestantes que protestavam contra as reformas do governo, pela saída de Temer e por eleições diretas.

"O senhor presidente da República decretou, por solicitação do presidente da Câmara, uma ação de garantia da lei e da ordem", anunciou Jungmann, que disse que Temer não irá aceitar baderna.

 "O senhor presidente da República faz questão de ressaltar que é inaceitável baderna, inaceitável o descontrole e que ele não permitirá que atos como esse venham a turbar o processo que se desenvolve de foram democrática e com respeito às instituições", afirmou.

"Atendendo à solicitação do senhor presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, mas também levando em conta fundamentalmente uma manifestação que estava prevista como pacífica. 

Ela degringolou à violência, vandalismo, desrespeito, agressão ao patrimônio público e na ameaça às pessoas, muitas delas servidores que se encontram aterrorizados", acrescentou o ministro, em seu pronunciamento.

A decisão praticamente coloca o Brasil em estado de sítio, no momento em que mais de 85% dos brasileiros desejam a saída de Temer e eleições diretas para presidente. 

Brasília entrou em chamas com os protestos contra as reformas de um governo ilegítimo, que chegou ao poder por meio de um golpe parlamentar.

 



Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.


AGRADEÇO A TODOS 

Temer chama Exército após protesto violento; crise se aprofunda no País

Temer chama Exército após protesto violento; crise se aprofunda no País
postado em 24/05/2017 21:46
 Imagem relacionada
Imagem do Google

O governo convocou tropas do Exército, nesta quarta-feira (24), para proteger prédios públicos em Brasília atacados durante um protesto maciço para exigir a saída do presidente Michel Temer, encurralado por acusações de corrupção.

"Nós estamos, neste momento, garantindo a evacuação. 
O senhor presidente da República decretou, por solicitação do presidente da Câmara [Rodrigo Maia] uma ação de garantia da lei e da ordem", anunciou o ministro da Defesa, Raul Jungmann, em curta declaração à imprensa.

Segundo o ministro, tropas já se encontram no Palácio do Planalto e no Palácio do Itamaraty.

Jornalistas da AFP reportaram cenas de grande confusão, e imagens aéreas de emissoras de TV mostraram vários focos de incêndio.
O governo alegou que alguns manifestantes puseram em risco a vida de funcionários públicos ao atacarem vários ministérios com paus e pedras. 

E reforçou que a ordem - vigente até o próximo dia 31 e que implica a mobilização de 1.500 militares - havia sido tomada pelo presidente, que luta por sua sobrevivência política há uma semana.

A decisão costuma ser tomada para apoiar a Polícia em momentos de segurança crítica, ou de grandes eventos como os Jogos Olímpicos, mas é sensível em um país que viveu a ditadura militar entre 1964 e 1985.

Convocar o Exército é "uma medida extrema do governo Temer, e o sinal claro de que se perdeu o controle, com consequências muito ruins para nossa democracia e para as instituições", disse o analista político André Cesar, sócio da consultoria legislativa Hold em Brasília.

Nessa mesma linha, mas em tom moderado, posicionou-se o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), aliado de Temer.

Para quem viveu a ditadura, "a questão da presença militar é sempre uma coisa que nos assusta", disse o parlamentar, um dos nomes aventados para uma possível sucessão.

'Cena de guerra'
Aos gritos de "Fora, Temer!", a manifestação, convocada pela esquerda e por sindicatos, reuniu entre 35 mil e 100 mil pessoas, segundo as autoridades e os organizadores, e foi predominantemente pacífica.

Perto do fim, porém, grupos de jovens encapuzados atacaram vários ministérios ao longo da avenida que leva ao Congresso e conseguiram invadir uma sala do Ministério da Agricultura, à qual atearam fogo. A polícia respondeu com bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral.

Há informes de vários feridos. A Polícia confirmou que pelo menos um deles tinha ferimento a bala.

"Estou indo embora, porque isso já é uma cena de guerra", disse à AFP Fabio Ferreira, funcionário do Ministério do Planejamento, ao reportar distúrbios no prédio onde trabalha.

'Temer vai cair'
No Congresso, também se vivia um clima de efervescência, diante dos sinais de rápida erosão da base aliada de Temer.

Uma sessão da Câmara dos Deputados foi suspensa temporariamente, depois que legisladores da esquerda tomaram a tribuna.

"Temer vai cair. Todo mundo diz que é um governo morto", disse a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Os participantes do ato também pediram "Diretas Já!" e a retirada dos projetos de reforma da Previdência e de flexibilização da legislação trabalhista.

Muitos apostam em uma saída institucional via Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De 6 a 8 de junho, o órgão examinará uma denúncia que poderá levar à cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora da eleição presidencial de 2014, por suspeita de financiamento ilegal.

"O Brasil virou imponderável (...) Desde que cheguei ontem aqui está todo mundo conspirando. 

Ninguém mais acredita na continuidade do governo", disse Paulo Pereira da Silva, o deputado Paulinho da Força (SD-SP), líder da Força Sindical, que foi aliado de Temer nos primeiros meses de seu governo.

A Constituição determina que, em caso de vacância na Presidência na segunda metade de um mandato, haverá eleições indiretas para a escolha de um nome para completá-lo. 

As eleições diretas poderiam ser realizadas somente em caso de emenda constitucional. 

Uma PEC apresentada pelo deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) teve a votação adiada nesta quarta-feira (24) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Um ano após o impeachment
Esta nova crise ocorre apenas um ano depois da destituição pelo Congresso da presidente Dilma Rousseff. 

Temer, seu vice, a substituiu com a expectativa de completar o mandato até o fim de 2018 e aplicar um programa de ajustes severos para tirar o país da pior recessão de sua história.

O quadro atual é outro. A economia demora a se recuperar, o desemprego atinge níveis recordes, e os escândalos de corrupção envolvem os principais ministros e grande parte dos aliados do presidente impopular.

A gota d'água foi a divulgação, na semana passada, de uma gravação em que Joesley Batista, um dos donos da maior processadora de proteína animal do mundo - a JBS -, relata a Temer as manobras para se livrar das investigações da Operação Lava Jato sobre o esquema de propina na Petrobras.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu imediatamente ao Supremo Tribunal Federal (STF) para prosseguir com o inquérito sobre Temer por obstrução da Justiça.

A esquerda, que denuncia um "golpe institucional", vê na súbita aceleração da crise uma oportunidade única para se vingar.

"Este é o fim do governo golpista. O povo está nas ruas para isso. Não precisavam roubar o Brasil", disse à AFP Francisca Gomes, uma porteira de 59 anos de São Paulo, que protestou em Brasília nesta quarta-feira, segurando com outras três colegas um caixão de papelão preto com imagens do presidente e cruzes brancas com a inscrição "RIP Temer"


                          VEJA OS VÍDEOS

Momento em que o Exército toma as ruas de Brasília



Helicóptero voa rasante e se aproxima de manifestantes em Brasília


Queridos amigos e leitores do blog, se vocês não ver postagem do meu blog SUED E POSPERIDADE nos grupos do facebook é porque o mesmo bloqueou as minhas postagens, que eu vejo como punição por eu divulgar notícias de Lula e do PT. Vocês podem acessar o blog pelo Google, G+1, twitter e Pinterest, ou no próprio blog, podem compartilhar as notícias para a página de vocês.

AGRADEÇO A TODOS